.bem vinda de volta

mas que merda é assumir que eu não dei conta.

 

que eu fiz um monte de escolhas erradas.

que eu baguncei tudo e agora não consigo colocar as coisas de volta no lugar. colocar a minha cabeça de volta no lugar.

que merda é sentir o controle indo embora, a capacidade e o emocional.

no fundo meu medo era um aviso de que eu não daria conta. de que era pesado demais.

que merda que eu me perdi de novo.

que merda é assumir que no fundo você estava certo: eu não consigo segurar a minha onda sozinha.

 

bem vinda de volta, querida. puxa uma cadeira e senta aqui do lado. o ano vai ser longo e parece que vai faltar luz.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: